Clicky

Buscar
X

Blog da Usa

Ser Mulher

Dia Internacional da Mulher: conheça o significado e a importância da data 

Por Usaflex 01/03/2022
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher

Em 8 de março o mundo celebra o Dia Internacional da Mulher, mas como a data nasceu, o que ela significa e qual a sua importância atualmente? Isso é o que vamos descobrir no post de hoje. Veja!

Origem do Dia Internacional da Mulher

No ano de 1975, a Organização das Nações Unidas (ONU) celebrou o Ano Internacional da Mulher e oficializou o 8 de março como o Dia Internacional da Mulher. Mas, antes disso, no início do século 20, a data já havia sido adotada em alguns lugares do mundo, como é o caso da União Soviética. 

No caso deste país, a celebração foi inspirada nos protestos realizados pelas mulheres no dia 8 de março de 1917 (23 de fevereiro no calendário Juliano). À época, as operárias reivindicavam por melhores condições de vida, contra a fome e a Primeira Guerra. Esses movimentos, inclusive, tiveram influência na Revolução Russa, que ocorreu no final daquele mesmo ano. 

Após a chegada dos socialistas ao poder, a data foi marcada como o dia da mulher “heróica e trabalhadora”. Mas as russas não eram as únicas a merecer esses adjetivos, não. Desde o início do século 20, milhares de cidadãs ao redor do mundo iam às ruas por direitos políticos e igualdade. 

Manifestações nos Estados Unidos e na Europa 

Ainda no século passado, especificamente nos anos 50, houve um boato de que a comemoração ao Dia Internacional da Mulher surgiu após um incêndio em uma fábrica têxtil nos Estados Unidos, em 1857. Porém não há registros históricos referentes a esse incêndio, o que torna difícil comprová-lo. Acredita-se que a história possa ter sido inventada com o intuito de desassociá-la com os movimentos feministas. 

O que sim está ligado aos movimentos e tem evidências históricas é a passeata das mulheres, ocorrida  em 28 de fevereiro de 1909, na cidade de Nova York. Na ocasião, as americanas pediam por melhores condições de trabalho. Esse pode ser considerado o primeiro “Dia da Mulher” dos Estados Unidos. 

No ano seguinte, foi realizada a primeira conferência internacional de mulheres na Dinamarca. Ali, mulheres de vários lugares da Europa se reuniram e, dentre outras coisas, instituíram o Dia Internacional da Mulher, que foi comemorado a partir daquele ano – e até a oficialização no dia 8 de março – em 19 de março. 

Além desses episódios mais famosos, outros ocorreram ao longo do século em diversos países, porque as mulheres estiveram sempre lutando por seus direitos. Isso nos faz refletir sobre a importância e o verdadeiro significado da celebração, que foi esquecido durante algum tempo. 

Por que o Dia Internacional das Mulheres é comemorado?

O Dia Internacional da Mulher é um dia para relembrar o esforço, a força e a luta de todas, tanto no passado quanto no presente. É importante, também, para comemorar os direitos arduamente conquistados, como o direito a votar e ser votada,  e reivindicar outros, como a igualdade salarial.  Pois, ainda que tenhamos evoluído nos últimos anos, o cenário atual ainda está longe de ser o ideal. 

De acordo com os dados mais recentes do IBGE, as mulheres ganham 77,7% dos salários dos homens. Isso significa que, se um homem ganha 2.000,00 reais por mês, uma mulher ocupando o mesmo cargo ganhará 1.540, 00 reais. O valor torna-se ainda menor quando comparamos cargos de chefia, pois, neste caso, as mulheres ganham apenas 61,4% do salário dos homens. 

As desigualdades não param por aí. Também notamos um abismo na representatividade quando comparamos o número de mulheres e homens na política. Na Câmara de Deputados, por exemplo, apenas 14,8% das cadeiras são ocupadas por representantes femininas. Ou seja, as chances de pautas voltadas para as mulheres serem aprovadas, ou até mesmo apresentadas, podem ser pequenas. Afinal, não há quem se identifique com elas. 

E nós nem precisamos falar aqui sobre a divisão de tarefas em casa, não é mesmo? Ainda que a mentalidade esteja mudando e os homens estejam se dedicando mais às atividades domésticas, as mulheres ainda são as maiores responsáveis pelo cuidado da casa, dos filhos, dos companheiros e, em alguns casos, dos parentes idosos. Sendo assim, além de trabalhar fora, a maioria das brasileiras ainda têm uma jornada extra no lar. 

Por todas: um movimento Usaflex pelo direito feminino

O direito a uma vida mais cômoda e digna também deve ser colocado em pauta diariamente. Afinal, o conforto e o bem-estar são coisas básicas, mas que são negadas a diversas brasileiras. Ciente disso, a Usaflex se posiciona ativamente na reconstrução da estrutura social em bases igualitárias, por meio do movimento “Por todas”. Esse projeto baseia-se na nossa crença de que o conforto e o bem-estar vão além de um “caminhar” confortável, sem dor, medos ou restrições; são, na realidade, uma sensação e um espaço crítico de existência e autoafirmação. 

Lutar pelo direito feminino ao conforto e ao bem-estar, em todas as suas concepções é um compromisso público de nossa marca. Pacto que nasce de um entendimento ampliado sobre os direitos universais dos seres humanos. Ele será materializado por iniciativas construídas em parceria com entidades privadas, governamentais. Mas, fundamentalmente, com as mulheres – que dão causa a esta iniciativa e também à nossa existência.

Para finalizar este post, queremos desejar a todas as nossas leitoras e consumidoras um Dia Internacional da Mulher repleto de força, sucesso e empoderamento. Também queremos que seu 8 de março seja mais confortável e belo, como você merece. 

Gostou de conhecer mais sobre a história de luta das mulheres e sobre o projeto “Por todas”?
Então, compartilhe este texto nas redes sociais com suas amigas e faça o dia delas mais feliz! 

Fique por dentro

Inscreva-se e seja o primeiro a saber sobre
as novidades, promoções e muito mais!

Cadastrado com sucesso!