Clicky

Buscar
X

Blog da Usa

Por Todas

Transição capilar: dicas e inspirações para abraçar e valorizar sua textura natural

Por Usaflex 19/05/2023

Quer deixar as químicas um pouco de lado e deixar o seu cabelo ainda mais natural? Então este post sobre transição capilar foi feito para você! Aqui vamos te explicar o que é este processo de transição, como ele é feito e quais os cuidados se deve tomar. Além disso, te mostraremos exemplos de mulheres que passaram pela mudança no visual, para te inspirar ainda mais. Confira!

O que é transição capilar?

Transição capilar é o nome dado ao processo de abandono dos produtos de alisamento e relaxamento dos fios. O intuito da transição é deixar o cabelo na sua forma natural, seja ele ondulado, cacheado ou crespo. Esse processo começa com a última aplicação de química nas mechas e termina quando não restam mais fios alisados no cabelo. 

Por diferentes questões, a transição capilar é mais do que uma simples mudança no visual. O processo de transformação se inicia interiormente, pois é preciso, antes de mais nada, aceitar seu cabelo como ele é. Essa aceitação está relacionada com outros aspectos, como o autoconhecimento, a autoestima e a autoconfiança. No caso das mulheres negras, em especial, a transição capilar é um percurso de afirmação da sua identidade

Dito isso, é importante ressaltar que a mudança não é fácil para a maioria das pessoas. Muitas relatam que se deve ter muita paciência, tanto com o crescimento do cabelo quanto com as opiniões alheias. Portanto, se você quer passar pela transição capilar, precisa estar preparada para lidar com possíveis comentários negativos. Mas o resultado valerá a pena!

Agora que você já sabe o que é, algumas dúvidas podem estar passando pela sua cabeça: como fazer a transição? Quanto tempo dura? Como passar pela transição mais rápido? Então fique com a gente que vamos te dar respostas.

Como fazer a transição capilar?

A transição capilar pode ser feita de diferentes formas, isso significa que o método adotado pode variar de mulher para mulher. Para as iniciantes, é interessante buscar inspirações – na internet ou entre familiares e amigos – e dicas na hora de aderir à transição. 

Mudar aos poucos

Quem quer manter o comprimento do cabelo, uma alternativa é aparar os fios aos poucos (a cada três meses, por exemplo). Essa opção requer bastante paciência, pois os fios crescem entre 1cm e 1,5cm por mês. Isso quer dizer que pode levar tempo até que toda a parte alisada das mechas seja retirada completamente. Outra questão relacionada a esse método é lidar com a dupla textura do cabelo. Para resolver isso, você pode buscar por penteados e técnicas para combinar as duas texturas (ex.: coquinho, dedoliss, fitagem).

Big chop

A retirada de toda a parte alisada em um único corte é chamada de “big chop”. O termo inglês significa, literalmente, “grande corte”. Talvez essa seja a resposta mais comum para quem quer saber como passar pela transição mais rápido. Mas, lembre-se, rápido não é o mesmo que fácil. Nem todas as mulheres aderem ao big chop, pois preferem manter o comprimento maior do cabelo. Além do tamanho, deve-se aprender a cuidar da nova textura dos fios.

Tranças

Box braids, tranças boxeadoras, tranças embutidas…Você pode apostar em diferentes estilos de trança para lidar com a dupla textura. Além disso, alguns tipos de penteados, como as box braids, ajudam no crescimento do cabelo. Quem for cortar toda a parte química de uma vez, mas quiser ter madeixas maiores, esse estilo de trança também é uma opção. Você pode usar fibras sintéticas, como o Jumbo, para fazer as suas box braids. 

Como cuidar do cabelo em transição?

Você já ouviu falar em cronograma capilar? Bem, ele nada mais é do que a organização de uma rotina de cuidados com o cabelo. Nesse cronograma você deve incluir as etapas de hidratação, nutrição e reconstrução dos fios. Mas tenha atenção, pois sua rotina deve considerar as características e as necessidades do seu cabelo. Cada tipo (ondulado, cacheado e crespo) exigirá o uso de produtos diferentes, não só nas etapas mencionadas, mas também na lavagem.

Cabelos crespos, por exemplo, precisam usar shampoos menos agressivos, que não tiram os óleos naturais dos fios. Atentar-se à frequência das lavagens também é  importante, pois isso influencia na saúde do cabelo. Como o cabelo crespo sofre com o ressecamento, não é recomendado lavar todos os dias para não retirar ainda mais a oleosidade. Outra dica que vale para todos os tipos de cabelo é evitar lavar com água muito quente. 

Inspire-se!

Veja algumas celebridades e influenciadoras que passaram pela transição capilar:

Maisa 

Thaís Araújo

Juliana Paes

Giovana Cordeiro

IZA

Uma mais linda do que a outra, não é mesmo?! Que elas sirvam de inspiração para todas as mulheres que estão passando ou vão passar pela transição capilar. E se você gostou do nosso post, compartilhe nas suas redes sociais para que mais pessoas se informem sobre esse processo. 

Fique por dentro

Inscreva-se e seja o primeiro a saber sobre
as novidades, promoções e muito mais!

Cadastrado com sucesso!