Clicky

Buscar
X

Blog da Usa

Estilo e Beleza

Lace: o que é este acessório que está fazendo a cabeça das mulheres?

Por Usaflex 11/04/2022

A lace tem sido uma opção cada vez mais procurada por mulheres que desejam mudar o visual! Isso porque, por meio dos cabelos, é possível expressar a personalidade, a identidade, o estilo e até o humor! Sejam eles lisos, cacheados, crespos, longos, curtos, pretos, loiros, ruivos, brancos ou até coloridos! 

A seguir, vamos te explicar o que é lace e o que as difere das perucas. Ao final, também te contaremos um pouco da história dos cabelos postiços… você vai se surpreender. Mas chega de papo e vamos ao que interessa!

O que é uma lace e qual a diferença para a peruca?

A lace é uma novidade no mundo da beleza, apesar de as celebridades internacionais já usarem há um tempo. Aqui no Brasil, ela ganhou destaque recentemente, muito por influência das redes sociais. O motivo para o sucesso estrondoso é que a lace (pronuncia-se “leice”) tem um acabamento mais natural que as perucas tradicionais. 

Esse aspecto de “cabelo natural” é resultado da costura, que é feita fio por fio, em uma tela muito parecida ao couro cabeludo. Em sua maioria as laces também são fabricadas com cabelo humano. Essas características dão um toque mais orgânico, pois fazem parecer que os fios estão realmente saindo da cabeça. Mas as perucas ainda têm seu espaço no mercado, afinal de contas elas são, geralmente, mais baratas e possuem um papel histórico muito grande.

As perucas

O acessório – de origem egípcia – consiste em uma “cabeleira colocada para substituir os fios naturais”, ou seja, é um “cabelo postiço”, segundo o dicionário. Ao longo da história, foram utilizados diversos materiais para a fabricação do item. Na Europa do século 16, por exemplo, usava-se crina de cavalo; atualmente, a maioria é feita com fios sintéticos (PVC e modacrílica), mas há, também, modelos feitos com cabelo humano. 

Quanto tempo dura uma lace e como cuidar?

De acordo com especialistas, o tempo de duração da lace na cabeça vai depender da quantidade de cola utilizada. Assim, você pode ficar com o acessório por alguns dias ou até um mês. Mas o mais importante é: lave o seu cabelo após tirar a lace para tirar a oleosidade natural produzida pelo seu corpo. O mesmo processo deve ser feito antes de colocar o item na cabeça: lave bem e hidrate seus fios naturais. 

Na hora de cuidar da sua lace, use produtos adequados. Então, pesquise qual o tipo de cabelo do seu acessório e quais produtos podem – e devem – ser usados e/ou evitados, porque isso prolongará a vida útil da lace e deixará os fios mais bonitos. Lembre-se de dar a mesma atenção aos itens de higiene, hidratação e alisamento/babyliss. Nem toda lace aceita bem o calor, por exemplo.

Depois de usada e higienizada, guarde a lace corretamente. E lembre-se que esse processo não pode ser feito de qualquer forma. Algumas pessoas utilizam a touca de cetim ou seda para armazenar o acessório, porque esses tecidos evitam o frizz e mantém a definição e a hidratação. Mas, se você tiver uma peça redonda de isopor em casa, também pode usá-la como suporte para a lace e/ou peruca. 

Caso a lace fique embaraçada, você deve desembaraçá-la com os dedos – principalmente se o cabelo for cacheado – ou com escovas adequadas para o tipo de fio. Utilize também creme para pentear, pois isso facilitará o processo. Para evitar que embarace, além de guardar da forma adequada, não armazene a lace molhada ou úmida. 

Quanto custa uma lace?

O valor de uma lace vai depender muito das suas características, como tamanho e tipo de cabelo (natural ou sintético). De modo geral, tanto as perucas quanto as laces de fios naturais são mais caras, enquanto que as de fios sintéticos são mais baratas. Para se ter uma ideia, uma lace “natural” pode custar entre R$ 300,00 e R$ 4.000,00. Outro fator que pode alterar o preço é se a compra foi feita no Brasil ou no exterior. 

Agora que você já sabe tudo sobre os “cabelos postiços”, vamos conhecer um pouco da história das perucas e como nós chegamos até as sofisticadas laces…spoiler: as perucas têm mais de 2.000 anos!!! 

Das perucas às laces: uma história de status, poder e beleza

Cleópatra, uma das mulheres mais famosas da história fez sua fama por seu reinado como faraó e por popularizar alguns truques de beleza. Um deles é a peruca, um item usado no Egito Antigo – por homens e mulheres – para embelezar e para proteger o couro cabeludo do sol forte. À época, as perucas também representavam riqueza, tanto que alguns egípcios foram enterrados com seus cabelos falsos como um símbolo de poder no mundo pós morte.

Mas o status proporcionado pelo acessório não se limitou à antiguidade ou ao país africano. Nos séculos 17 e 18, as perucas fizeram a cabeça – literalmente – dos monarcas da Europa, mais especificamente da França. Quem não se lembra das imagens de homens e mulheres nobres com aqueles enormes cabelos brancos? Como a peruca era muito cara, ela se tornou um indício social de riqueza.

Entretanto, a moda entrou em decadência no final do século 18, por causa da Revolução Francesa. Devido à perseguição, a nobreza se escondeu. Atualmente, as perucas voltaram a fazer sucesso, mas são bem mais acessíveis e democráticas do que antigamente; o modo de fabricação e a aparência também evoluíram bastante, até chegar às laces!

Fique por dentro

Inscreva-se e seja o primeiro a saber sobre
as novidades, promoções e muito mais!

Cadastrado com sucesso!